Porque... nem tudo se pode entender

>> segunda-feira, 16 de fevereiro de 2009


"Porque os outros se mascaram mas tu não
Porque os outros usam a virtude
Para comprar o que não tem perdão
Porque os outros têm medo mas tu não

Porque os outros são os túmulos caiados
Onde germina calada a podridão.
Porque os outros se calam mas tu não.

Porque os outros se compram e se vendem
E os seus gestos dão sempre dividendo.
Porque os outros são hábeis mas tu não.

Porque os outros vão à sombra dos abrigos
E tu vais de mãos dadas com os perigos.
Porque os outros calculam mas tu não."
Sophia


3 folhas:

barco que navega 16 de fevereiro de 2009 às 17:28  

No horizonte sinto a tua protecção... impedes que choque contra as rochas, e olhas-me ao olhares por mim!

RiP 16 de fevereiro de 2009 às 17:52  

"Se todo o ser ao vento abandonamos
E sem medo nem dó nos destruímos,
Se morremos em tudo o que sentimos
E podemos cantar, é porque estamos
Nus em sangue, embalando a própria dor
Em frente às madrugadas do amor.
Quando a manhã brilhar refloriremos
E a alma possuirá esse esplendor
Prometido nas formas que perdemos."

O farol não evita as ondas nem tão pouco as controla mas mesmo nas tempestades é companhia preciosa!

miau 16 de fevereiro de 2009 às 18:05  

Sentimos porque amamos...
Sofremos porque não desistimos...
Esperamos porque acreditamos...
Acreditamos ser possível tocar mesmo onde não existe amor!!

É mais que preciosa essa companhia, é essência de vida...

Seguidores

Comentários Soltos

Soltas...